8.1.07

Que Chuvada!

Pois! Tivemos uma reunião de Chuvas no passado fim-de-semana, na zona da Gala (Figueira da Foz), por onde passa muita da nossa história. E demos-lhe continuidade!
Ao Tio materno (e Padrinho a dobrar), juntou-se a Tia (e Madrinha) e os 2 Primos com os respectivos Companheira/o e descendentes, um deles ainda na pantufa uterina.
Tia e Madrinha Daisy
Quando parecia que já eramos mais que as Mães, eis que surge a Prima Virinha com o filho Carlos Jorge. Bem, é o Tozeca que ali está? Do Porto até casa dos seus Pais, aí estava ele. E... é a Milú!
A "concentração" teve lugar em casa dos bisavós Chuva, que abriu as suas janelas ao sol radiante e ouviu vozes, risos e gargalhadas. Fomos ao terraço, brincámos com os mais pequenos, aparvalhámos entre os mais novos, contagiámos os que estão na ternura dos 40 ou na delícia dos 50 ou 60.
Terraço da velha casa:
Frédèric, Moi, Carlos Jorge e Hughes
Convívio, paparoca e fomos atá à praia do Cabedelo. Tomou-se café (não havia cevada!!) e regressámos a casa pelas dunas, depois de termos construído uma cabana, corrido, brincado muito.
Café do Cabedelo:
Milú, Virinha, Tio e (Padrinho)2 Zeca
Hughes e Maxime
a treinar para ser Paizão em Maio
Laurence e Frédèric:
Pais dos deliciosos, a pensar num terceiro...
O jantar foi em nossa casa: 10 Chuvas à mesa e 2 Chuvinhas a dormir o sono dos justos.
Falámos em três línguas, que isto de ter primos belgas tem muito que se lhe diga, pois nem todos aprenderam português e há os minorcas. Trocámos lembranças, bebemos um belo vinho e voltámos a dividir-nos em 2 grupos, 2 casas, 2 sonos.
Segundo dia e nova alvorada com os Chuvinhas Mathieu e Maxime.

Mathieu ou Mateus Rosé, prá família tuga

Maxime... que é o máximo!

Pequeno almoço e toca a ir até à praia, que o sol está outra vez do nosso lado e o céu azul.
Ligo à
Cris para nos encontrarmos, mas há muito trabalho, dores nas costas e a avó do M. no Hospital. Quando me liga à tarde, ainda o Sr. Alexandre estava no País dos Sonhos, já nós estavamos quase a chegar à terrinha. Tive pena, mas oportunidades não faltarão.
Dunas, desenhos na areia, túneis e a chegada dos amigos Fontinha e esposa.

Almoço com boa disposição, novamente 3 línguas quase em simultâneo, já misturadas as palavras, quase as ideias, mas sempre com a mesma alegria de momentos bem passados e que deixam saudade.
Cristina, à espera do 1º filhote(a)
Seguiu-se a despedida de 4 elementos e rumámos a Coimbra, pois o combóio esperava para o regresso a Lisboa.
Ainda deu para comprar uns Pastéis de Tentugal, dar mais 2 dedos de conversa, combinar novas vindas e idas, rir e sorrir.
O combóio partiu com um grupo de Chuvas a fazer caretas de e para dentro da carruagem.
Gosto mesmo muito deste pessoal. Grande fim-de-semana!
Pena a Mãe e o Pai não terem podido ir, os dois com gripe. Trago-lhes muitas fotos e vou contar-lhes a história toda, tim-tim por tim-tim.

2 comentários:

disse...

São mais que as mães! hahahaha

Estou a brincar. Adoro chuva desta!
bessos

Pensamentos Felizes disse...

bem... tantos chuvinhas hehe!!!
Adorei ver as fotos. As crianças são lindas :)
bjs