25.5.07

Atendimento e aparência

Nas lojas de roupa feminina, segundo reza a história, entra-se sem cartão de consumo mínimo obrigatório ou reservado o direito de admissão.
Em Coimbra, numa loja de roupa conhecida, o mau atendimento (desprezível?) da Gerente de Loja foi largamente compensado pelo atendimento personalizado, educado, prestável e simpático de uma funcionária "normal".
Talvez por ser "normal" não lhe tenha feito confusão que um espécime "normal", de calça de ganga, camisola leve e sapato-sapatilha, com carteira à tiracole, cabelo apanhado e sem maquilhagem, tenha ali entrado. Digo "ali" porque me refiro a uma loja "gama média-alta".
De um péssimo atendimento passei a um atendimento de primeira, em que a simplicidade e naturalidade foram bidireccionais.
No final, saí de lá com 2 sacos: uma "loucura" num deles, fruto de uma "paixoneta" de quem fez anos há dias e acha que merece.
Mas antes de sair, a confirmação: qualidade de atendimento e aparência do cliente estão, erroneamente, ligados!
A cara da dita senhora ao ouvir o meu "Vou levar!" e, posteriormente, já desfeita em simpatias, ao olhar para o meu cartão. Só mais tarde me recordei do raio do apêndice do "Dr.".
Educação é bonita e desejei-lhe boa-tarde. À funcionária agradeci o tempo que lhe ocupei e a disponibilidade. Teve direito a um dos meus mais sinceros sorrisos e a um "bom resto de dia".
Tal como lhe desejo um bom resto de carreira e que, rapidamente, seja ela a Gerente daquele espaço, pois mérito não lhe falta. Para já, ficou ela com a comissão.
São eles que perdem, mas sou eu que tenho vergonha! Porque... é a tacanhez em que vivemos!

4 comentários:

Gioconda disse...

Tenho uma historia muito engraçada que me aconteceu uma vez na Loja das Meias... e foi exactamente por uma situação muito parecida com esta... acabei por trazer uma coisa que nem me apetecia so para calar a senhora que me estava a atender.

Pensamentos Felizes disse...

A mim tb me acontecem situações deste tipo...
Ainda outro dia falámos sobre isso, é incrível o que o grau académico inscrito num cartão consegue fazer... são mentes limitadas... muito limitadas e frustradas!
beijos muitos com saudades
Cris

disse...

Olha... pois e sapatos, compraste?
hehehehehe

Chuva disse...

E não é que comprei mesmo?
Now I don't walk... I FLY!
Lembras-te, Cris? Aí já não havia o número. Aí fui eu buscá-los a Coimbra :O)
E a seguir veio a roupa...